Bollywood Dream (2010)

Sinopse 

Três atrizes brasileiras decidem tentar a sorte em Bollywood, indústria cinematográfica da Índia, mas uma vez inseridas no coração da cultura e mitologia indiana, seus sonhos se modificam no contraste entre o oriente e o ocidente, o ancestral e o novo, entre os valores individuais e coletivos.

(Brasil, India e EUA. 87 minutos. Ficção)

Dirigido por

Beatriz Seigner

 

Escrito por

Beatriz Seigner (escrita por)

 

Elenco

Paula Braun

Nataly Cabanas

Mohana Krishna

Lorena Lobato

Nithin Nair

Parmeshwaran

Bhávana Rhya

Geetha Satish

Kaushik Satish

 

Produzido por

Produtora associada: Claudia Büschel

Produtor:  Ram Devineni

Produtor associado: Fernando Fraiha

Assistente de produção: V. Gowrishankar

Produtor executivo: Amir Naderi

Assistente de produção: R. Raghavendra

Produtor assistente: Sriram Raja

Produtor executivo: Cano Rojas

Produtora: Beatriz Seigner

Produtor executivo: Santosh Sivan

Produtora associada: Bianca Villar

Assistente de produção: Abhiram Viswanathan

 

Música por

Lorena Lobato

R. Raghavendra

 

Cinematografia de

Beatriz Seigner

 

Edição por

Renata Maria

 

Costume Design por

Beatriz Pieratti

Primeiro assistente de direção : Abhiram Viswanathan

 

Departamento de Som

Artista foley: Felipe Burger Marques

Editor de som: Guille Martins

Mixador de regravação / designer de som: Pedro Noizyman

 

Efeitos Visuais por

Renato Batata

 

Câmara e Departamento Elétrico

Primeiro assistente de câmera: V. Gowrishankar

 

Departamento Editorial

Assistente colorista / editor online: Alexandre Cristófaro

Assistente de colorista: Maurício Toyama

Colorista: Junior Xis

Designer de títulos: Marcos Garuti

 

Produzido

Miríade Filmes e Rattapallax.

 

Distribuidora

Espaço filmes

Principais Festivais e Prêmios

  • Mostra SP (2009)
  • Festival de Pusan (2010) – Coreia do Sul
  • Festival Dialogue of Cultures (2010) – Tokyo
  • Festival de Cinema Brasileiro de Paris (2010)
  • Hollywood Brazilian Film Festival (2011)

“Beatriz pode ter realizado o melhor filme feito no Ocidente sobre a Índia, com apenas 20 mil dolares.”

Luiz Carlos Merten -O Estado de São Paulo 26/10/2009

 

“O esquemático e o superficial viram degraus para algo mais profundo – o efêmero face a uma cultura milenar. Pode-se compararBollywood Dream com El Mariachi, que Robert Rodriguez fez com menos dinheiro ainda (US$7 mil). Gostar ou não gostar é o de menos, As pequenas observações nas entrelinhas são o forte.”

Luiz Carlos Merten -O Estado de São Paulo 26/10/2009

 

“Sem perder de vista as indicações do roteiro Beatriz Seigner deixou espaço para a improvisação das atrizes, opção evidente no resultado final. Incorporaram o acaso em boa parte das cenas.”

Daniel Schenker – Jornal do Brasil – 26/10/2009

 

“Existe uma série de momentos que fazem de O Sonho Bollywoodiano um filme que mexe com o olhar de quem o assiste.”

Heitor Augusto – Cineclick 28/11/2009

 

“Beatriz define seu filme como uma sessão de jazz, na qual os atores foram criando suas falas e as cenas foram se desenrolando conforme o momento.”

Alyson Oliveira – Cine UOL 26/11/2009

 

“O choque cultural é uma das coisas mais interessantes do filme, ainda mais porque a diretora consegue evitar os clichês do olhar estrangeiro. Há um tom de descoberta, é óbvio, já que se mostra as três moças nunca foram para a Índia, mas não existe um deslumbramento pelo exótico. É nisso que reside o que há de mais interessante em O Sonho Bollywoodiano“.

Alyson Oliveira 26/11/2009

trailer

filme

making of

trilha

cenas cortadas

roteiro português

roteiro inglês

clipping